Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008
BOLINHOS,BOLINHOS.Amanhã, em Mação...


Era certo e sabido: amanhã, dia de Todos os Santos, teria de acordar mal dormido. Eu e os meus companheiros de despreocupada infância do Bairro do Quintal da Estrada, lá para as bandas de Cardigos, freguesia de Mação, já bem no coração da Beira Baixa, como o meu alto alentejano natal, Gavião, quase a perder-se no horizonte.Esperava-nos a madrugadora aventura de descer à Lameirancha, pequeno lugarejo ali à mão, regressar e subir à ingreme sede da vila. Tudo isto em demanda das saborosas broas de mel, broas de milho, alguns chupas de açúcar caramelizado, bem cheirosos marmelos e alguns centavos, também.

"Bolinhos, bolinhos, às portas dos seus santinhos"!!!Depois do minuto de expectativa lá se abriam, prazenteiras, as donas de casa, arregalando os olhos para as nossas bolsinhas, pequenas maravilhas em retalhos ( patchwork, como agora se diz!) e que as nossas atentas Mãezinhas confeccionavam, aos domingos, em demoradas e colectivas tardes de costura junto à Capelinha das benditas alminhas.

Maria, temos de ir ao Jumbo, comprar os rebuçados para os pequenos heróis que ainda resistem.





Amanhã, em Mação, resistindo a todos os atentados, os que por cá vamos existindo e insistindo em não querermos perder o contacto com as nossas raízes, é o Dia Maior, a Feira de Todos os Santos. Venham daí!















Bom dia de todos os Santos.

ac



publicado por animo às 17:56
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS


... e, no entanto, cada dia é um novo dia, só possível porque Tu és a Novidade. Sabes, Senhor, que não é facil, mas é, seguramente, muito mais difícil sem acreditar na Tua contínua, amiga e sempre acolhedora Presença. Fico Contigo, tudo porque disseste "ficarei convosco ..."

ac


publicado por animo às 08:42
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008
MUSEU DO PRESÉPIO.Entrai, pastorinhos, entrai!



A REDACÇÃO DO IRMÃO SOL, APELA A TODOS OS SEUS LEITORES E AMIGOS - E AOS AMIGOS DOS AMIGOS DELES - PARA QUE SE EMPENHEM EM TORNAR ESTE MUSEU UMA REALIDADE.


SÓ QUEM AINDA NÃO DEU PELO LABOR DE FORMIGUINHA DE FREI JOAQUIM LOPES MORGADO


É QUE PODE FICAR INDIFERENTE.


VOLTAREMOS A ESTE ASSUNTO.NO FINAL DO TEXTO ESTÁ O Nº DE CONTA


PARA ONDE PODEM E DEVEM ENCAMINHAR


 OS VOSSO CONTRIBUTOS.


_____________________________________




PREPARANDO O


MUSEU DO PRESÉPIO


 


NO CENTRO BÍBLICO DOS CAPUCHINHOS, EM FÁTIMA


 





 




Este documento é complementar de um PowerPoint museu do presépio.


 


( NR - Iremos enviá-lo, por mail, a todos)


 


 Pretende dar a conhecer a Colecção de Presépios que temos vindo a fazer desde 1993 até hoje, e falar-lhe dos passos que, neste momento, devem ser dados para garantir a sua preservação e dignificação, pondo-a ao serviço do público – donde veio, na sua maior parte, por muitas doações de Famílias e particulares e ofertas de vários artesãos. O objectivo último é, mesmo, a construção de um museu do presépio, com o projecto que apresentamos no PowerPoint. Podemos contar consigo?



 


A Colecção de Presépios


 




  1. No Centro Bíblico do Capuchinhos, em Fátima, sito na Avenida Beato Nuno, nº 407, existe uma Colecção de mais de 770 Presépios de 60 países, que vem sendo recolhida, valorizada e acrescentada desde 1993.


 




  1. Os países representados são os seguintes: África do Sul, Alemanha, Angola, Argentina, Áustria, Bangladesh, Bélgica, Bolívia, Brasil, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Chile, China, Colômbia, Croácia, Egipto, El Salvador, Equador, Eslovénia, Espanha, Estónia, Filipinas, França, Grécia, Guatemala, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Luxemburgo, Madagáscar, México, Moçambique, Níger, Palestina, Paraguai, Peru, Polónia, Portugal, Quénia, República Checa, Ruanda, Rússia, São Tomé, Senegal, Suíça, Tailândia, Tanzânia, Timor-Leste, Tunísia, Turquia, União Indiana, Uruguai, Venezuela, Zaire e Zimbabué.


 


3.     Em Setembro de 1993, quando vim de Lisboa para Fátima, trazia comigo apenas um Presépio ladeado pelas figuras de S. Francisco e Santa Clara de Assis, e uma imagem de Nossa Senhora da Palavra – tudo obras do artesão José Franco. Dois anos depois, no Natal de 1995, fiz a I Exposição com mais de centena e meia de peças, na sala de jantar do Centro Bíblico. Dei-lhe como título “O EVANGELHO DA VIDA”, a propósito dos 9 meses da Encíclica homónima de João Paulo II, assinada a 25 de Março do mesmo ano, solenidade da Anunciação do Senhor.


 


 


 


4.     Quase espontaneamente, a Colecção foi crescendo graças a muitas doações particulares e a ofertas de vários artesãos. De Novembro de 1997 a Janeiro de 1998, as peças principais foram disponibilizadas para uma II Exposição no Museu da Olaria, em Barcelos, no contexto da abertura do triénio preparatório para o JUBILEU DA ENCARNAÇÃO, no ano 2000. O título dessa Exposição, que integrava outras Colecções, foi apenas PRESÉPIOS. Para as pp. 7-16 do Catálogo, escrevi o texto “PRESÉPIO – História, Fé e Cultura”.


 


5.     O interesse e o êxito despertados por esta Exposição, levou-me a manter esses Presépios disponíveis ao público, na dependência da nossa Casa onde se encontram actualmente. Entretanto, as entrevistas e reportagens saídas nalguns meios de comunicação social, fizeram chegar vários pedidos de cedência da Colecção para Exposições similares. Mas, sobretudo porque todos os pedidos eram para a época do Natal, quando a Colecção é mais visitada por bastantes grupos e Escolas, esse empréstimo foi sendo negado.


 


6.     Em Setembro de 1999, ao ser-me concedido um ano sabático, findo o qual era previsto vir a integrar a Fraternidade de Gondomar, resolvi expor permanentemente esta Colecção, confiando a toda a Província Portuguesa dos franciscanos Capuchinhos, nomeadamente à Fraternidade de Fátima, o seu cuidado e manutenção. Porém, ao ficar suspensa a minha ida para Gondomar em Julho de 2000, regressando a Fátima voltei a interessar-me pela Colecção e foi-se afirmando cada vez mais a ideia de se pensar num MUSEU DO PRESÉPIO.



 


7.     De 08 de Novembro de 2006 a 02 de Fevereiro de 2007, uns 30 Presépios foram excepcionalmente disponibilizados ao Colégio S. Miguel, de Fátima, para uma III Exposição na sua “Galeria S. Miguel”, no centro desta cidade. Na ocasião, a Galeria mandou imprimir em postal, para venda, seis dos Presépios expostos. Segundo o relatório final apresentado, foi das Exposições mais interessantes e concorridas naquela Galeria. No Natal de 2007, o Colégio voltou a pedir outros Presépios para nova Exposição; mas, por coincidir com a época de mais visitas, e dado a Galeria também ser em Fátima, achou-se melhor não renovar o empréstimo, pois estas duas razões tinham sido dadas a outras pessoas e instituições com igual interesse na cedência da Colecção para o mesmo efeito.


 


8.     Mais 19 Presépios foram cedidos para o livro “Um Menino chamado Natal”, de Joaquim Franco, editado em Lisboa em Dezembro de 2006 pela Sociedade Bíblica de parceria com a Lucerna. A experiência não foi satisfatória, mas veio dizer-nos, tal como a referida no ponto 7, a vantagem de nós próprios editarmos imagens de alguns Presépios da Colecção, como forma de apoiar economicamente a construção e manutenção do futuro Museu.



 


9.     A grande maioria das obras existentes nesta Colecção são ofertas de pessoas amigas, conhecedoras do gosto que desde sempre nutro pelo tema do Presépio, bem como de vários artesãos. A pouco e pouco, esse grupo foi-se alargando a muitos visitantes, que se aperceberam do interesse artístico e cultural de uma Colecção destas e das suas possibilidades para a Evangelização acerca do Natal e da Vida. Também os Irmãos Capuchinhos, de Portugal e do estrangeiro, foram manifestando a sua simpatia e o apoio, sendo já bastantes os que trazem um novo Presépio para esta Colecção quando se deslocam dentro ou fora do nosso País ou quando nos visitam.


 


10.  A multiplicação quase espontânea do número de Presépios, fez com que, nos últimos dois anos, a maior parte deles tenha ficado nas suas caixas ou sacos de origem à espera de espaço para serem expostos.


 


11.  Chegou, pois, o momento de criar um espaço condigno, que os preserve de qualquer degradação, permita divulgar a sua existência e possibilite organizar uma Exposição permanente e outras temporárias, cumprindo os objectivos que há muito nos propusemos e temos divulgado junto dos amigos e visitantes, tornando essa visita mais agradável e proveitosa.  



 


O Museu do Presépio


 




  1. Convém ter em conta que, ao situar-se num complexo chamado “Centro Bíblico dos Capuchinhos”, esta Colecção é mais uma oportunidade para a formação cultural e religiosa de quem o frequenta para cursos, retiros, actividades bíblicas, dias de reflexão ou simples hospedagem em dia de Peregrinação a Fátima. Deve, por isso, ser de fácil e rápido acesso a essas pessoas geralmente com pouco tempo disponível à margem do programa dos grupos em que se integram.


 




  1. Do espaço em que se integra, também faz parte um Jardim Bíblico, único no género em Portugal, com idênticos objectivos culturais, religiosos e de interiorização da mensagem proporcionada pela simbólica das árvores na Bíblia. Estas, além do nome científico e em português, serão acompanhadas por uma referência bíblica e outras sugestões constantes de um catálogo a organizar. Vai ser criada uma sinalética exterior, visível da Avenida Beato Nuno, que oriente os interessados para os vários pólos do CENTRO BÍBLICO DOS CAPUCHINHOS: Hospedaria, Difusora Bíblica, revista Bíblica, Fraternidade dos Capuchinhos, Jardim Bíblico e Museu do Presépio.


 




  1. O espaço destinado ao Museu é o mesmo onde actualmente se encontra a Colecção, junto à porta de entrada da Fraternidade dos Capuchinhos, do lado da capela do Centro, tendo em conta as condições de acessibilidade de grupos, sobretudo de crianças, adultos e deficientes motores e a sua ligação com as outras propostas, sobretudo o Jardim Bíblico, mesmo em frente.


 




  1. Irá haver uma Exposição permanente, limitada a pouco mais de metade das peças actuais, dada a impossibilidade de fruir da contemplação de um número maior no tempo razoável para uma visita. As outras peças serão guardadas em gavetões na parte inferior das estantes, de modo a facilitar a organização de Exposições temporárias sobre vários temas, como:


       - Presépios de Portugal


       - Presépios da Europa


       - Presépios da América Latina


       - Presépios de África


       - S. Francisco e o Presépio.



 




  1. O Projecto, realizado pelos arquitectos Mário Marques e Pedro Pinto, da Firma J. Bragança – M. Marques, Arquitectos. Lda, com sede em Gondomar, pretende criar a intimidade de uma gruta (que sugira às pessoas interioridade e reflexão), tendo no centro da sala principal um hexágono em aço e acrílico assente no centro de uma Estrela de David, que é acompanhada no tecto por pontos de luz incidindo no chão. Na sala mais pequena, um vídeo mostrará todos os Presépios da Colecção, ou pelo menos um número bastante mais alargado que o exposto. No exterior, um azulejo com S. Francisco e Santa Clara adorando o Menino Jesus, numa gravura de Pier de Lode (séc. XVII), que se conserva no Museu Franciscano dos Capuchinhos, em Roma, depois reproduzida em pintura por Josefa de Óbidos, evocará o Jubileu da Encarnação nos 2000 mil anos do Nascimento de Jesus. Na obra, pretende-se juntar a qualidade e beleza da concepção à simplicidade das soluções, exigida pela exiguidade do espaço e pedida tanto pelo tema da Exposição como pela Ordem que a suportará.


 




  1.  A quem deseje apoiar a construção do Museu com uma prenda já neste Natal, indicamos o nº da conta da Fraternidade dos Capuchinhos de Fátima: NIB 003503040000660713006 ♦♦♦ 0304006607130 - Caixa Geral de Depósitos, Fátima. E também um cupão que pode preencher com a quantia da sua oferta, a fim de lhe ser enviado recibo para desconto no IRS, quando o seu depósito for registado e comunicado por aquela instituição bancária.


 




  1.  Desde já o nosso muito obrigado, com votos de um Santo Natal e um Bom Ano 2009 para si e para os seus. E também a nossa prenda antecipada: o PowerPoint MUSEU DO PRESÉPIO, com algumas imagens do Projecto e dos Presépios, para que os nossos visitantes e amigos se entusiasmem também com a ideia e pensem no melhor modo de valorizarmos esta Colecção e de apoiarem a construção do Museu do PRESÉPIO.


 



Frei Lopes Morgado


Fátima / Centro Bíblico dos Capuchinhos



publicado por animo às 18:12
link do post | comentar | favorito
|

CHEGOU O CARTEIRO.E vão 100 posts!


Desculpa, Armando, mas, antes da tua carta vamos assinalar o exacto momento em que, com ela, se cumprem 100 posts ( textos, digamos ) editados aqui no irmão sol!!!Como que para comemorar, repararam que o Frei Hermano Filipe já conseguiu colocar o nosso Francisquinho no cabeçalho. Estamos a melhorar o aspecto da casa embora o que nos preocupa, para já, é assegurar a qualidade e continuidade do seu recheio. E pronto, é só o que há para dizer!A todos os que têm colaborado, obrigado, aos que se preparam para o fazer, bamos,lá, carago!!!!  ac


__________________________________________


 


A missiva do Frei Lopes Morgado deixou-me embasbacado, faltando-me, de momento, palavras para dizer como apreciei a sua reacção. Sinceramente, contava que antigos colegas dissessem alguma coisa, mas, afinal,, foi o Frei Morgado, o que me tocou mesmo profundamente.


Obviamente, pode e deve tratar-me por tu.


Nem valerá a pena querer dizer muito mais, agora, a não ser que nestas ocasiões não sabemos transmitir quanto queremos mesmo dizer, mas todos entendemos, não é.



Apressei-me a enviar-lhe uma mensagem com o meu endereço e, desde já, lhe digo que lhe vou remeter dentro de dias dois dos meus livros, dos que ainda possuo alguns exemplares disponíveis, assim como ao amigo Colaço (envia-me o teu endereço postal, O. K.), que conheço apenas pela sua grande obra que é este espaço de encontro, mas é como se conhecesse desde sempre por tudo o que une quem passou pelo Seminário dos Capuchinhos…e, no caso, o que mais nos está a cativar – este convívio humano e espiritual.


         


( NR-Para que o Frei Morgado não se zangue comigo, ficas, também, a conhecer o escriba! ac)


Pois o Frei Lopes Morgado, embora naturalmente não se lembre (já que eu era um miúdo, entre tantos que por ali andávamos), ainda o conheci, mas como Padre Agostinho, num retiro que ele dirigiu em Gondomar, talvez por volta de 1967 ou 68, salvo erro na semana do Carnaval… ou algo do género. Reconheci-o pelas fotografias do livro. E, nas minhas pesquisas, como por vezes dou largas à minha curiosidade, já descobrira em tempos o seu apego ao coleccionismo de presépios, tendo mesmo conseguido formar um museu alusivo. Daí que, como sinto apreço por essas coisas, o admirasse por tamanho entusiasmo, embora sem imaginar que ainda comunicaríamos, como agora. Isto, porque apesar de tudo (como disse numa anterior comunicação), o que se relacione com os Capuchinhos sempre mexeu comigo, continuando a ser algo especial para mim.


Até sempre.



Armando Pinto



publicado por animo às 17:23
link do post | comentar | favorito
|

EXCLUSIVO.MUSEU DO PRESÉPIO vem aí


Aguardamos a todo o momento a ligação a Fátima. Saiba as últimas do Museu do Presépio que todos queremos e vamos ajudar a impôr-se no panorama da museologia nacional! Pimva!(Gostaste, Jockin?!).ac


publicado por animo às 16:01
link do post | comentar | favorito
|

Ah!Água....


Nesta rendilhada manhã de mil gotas tecida,  que ideias, que anseios, que receios, páram-arrancam, no condicionado asfalto das  mentes  que tardam em libertar-se dos mil e um semáforos que, em si, trazem fixados, intermitentes …

Um dia virá em que á agua, ah! a água, como boa condutora, nos deixará a todos menos doentes.



antónio colaço

 

NR - O Irmão Sol não pode parar. Nem que tenha de alimentar-se convocando outros lugares. Onde se fala mais do presente, sem que o passado dali esteja ausente. É o que agora se faz, aproveitando o escriba para dar conhecimento de um outro lugar que a todos aconselha a ... visitar. /E não é que rima e tudo, e tudo!!!


publicado por animo às 15:04
link do post | comentar | favorito
|

Matinas




Como frescas notas em pauta musical, assim estas gotas de água cantando em louvor da tua Criação. A irmã água chegou, de novo. De que música se fará o meu dia de hoje, Senhor ?



ac


publicado por animo às 12:49
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008
Vésperas


"Tudo surge ao ser exposto à luz e tudo o que é exposto à própria luz se torna luz ". Como S. Paulo, sê Tu, cada vez mais a nossa Luz. Ou, antes, deixe cada um de nós que Tu nos ilumines por completo, como se a noite e o dia jamais fossem obstáculo ao eterno vislumbre da tua Presença.

ac


publicado por animo às 19:27
link do post | comentar | favorito
|

ÚLTIMA SESSÃO








Procura-se guião para esta última sessão.

Fonte:Agostinho Vaz

ac


publicado por animo às 19:04
link do post | comentar | favorito
|

Laudes/ Especial


Clique para ampliar

Senhor, aqui estou, aparentemente só, retomando aquela ideia em que Te convoco para que me ilumines sobre o sentido desta oração que, sabes bem, desejava tanto pudesse ser partilhada por todos porque eu, pura e simplesmente, não sei rezar e ao apelar à participação é porque quero aprender. Não sei o que se passa, só sei falar Contigo, assim, deste jeito, clicando no qwert deste computador, só, aparentemente, frio, mas, desde logo, quente, porque feito com a sabedoria de que nos dotaste.

Estamos quase a cumprir um mês na net e, de facto, não sinto que os meus companheiros sintam vontade de vir até aqui, falar Contigo. Persistem em evocar o passado como se mais presente entre nós não houvesse. Algum narcizismo da minha parte, sendo que as chaves desta capela - o nosso email- estão nas suas mãos? Diz-me do que é que eles te falam quando falam contigo, diz-me que me cale de uma vez por todas e deixe que o teu Espírito actue. Diz-me que não quero forçar ninguém e que cada vez mais quero sentir-me apenas um simples instrumento da tua paz e que a cada mail/prece que vier, só me competirá deixá-la aqui na silenciosa cadeira, genuflectório , o que quiseres, desta perfumada e nética capela.

Ajuda-me a perceber que foi tão bom fazer esta caminhada que leva quase um mês - para a semana, terça-feira, 4 de Novembro, um mês depois do aniversário do nosso oitocentista "seráfico Pai S. Francisco" ( lembro-me sempre do nosso saudoso provincial António Monteiro ) - ter descoberto tantos amigos com tanto para contarem, não só do seu passado, como do presente dos seus dias e perceber neles a vontade de fazerem deste sítio um lugar que os ajude a jamais ficarem sitiados, indefesos, sózinhos, como que ignorados, sem qualquer ligação com uma significativa parte da sua história.

Como é bom, passados todos este anos, sabermos, a cada dia que passa por onde é que andamos, o que é que cada um de nós faz, os seus êxitos e sucessos e, bem assim, que podemos contar com todos para partilhar e superar os fracassos e insucessos.

Obrigado, Senhor, por poder saber-Te aqui.

Olha, para celebrar a Tua presença, chega mais um documento, precioso, do ano de 1949/50, no Ameal. Enviada pelo Frei Lopes Morgado, que aqui iniciava o seu primeiro ano. Não consigo descortiná-lo, para já, mas é uma tarefa que proponho, como desafio , a todos os que, do seu ano ou outros, ainda entre nós, felizmente, o possam fazer. Não só que o descubram a ele e sim a cada um de vós que ali estais!!!

ILUMINA, SENHOR, AS VONTADES DOS NOSSOS AMIGOS PARA QUE COLABOREM EM CHEIO NA

COMEMORAÇÃO DO PRIMEIRO MÊS DO IRMÃO SOL!

ac


publicado por animo às 13:39
link do post | comentar | favorito
|

Visitantes
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Visitantes
blogs SAPO
subscrever feeds