Sexta-feira, 29 de Julho de 2011
BOAS FÉRIAS CHEIAS DO SOL DO....irmão sol!!!

 

É isso!No momento em que muitos dos nossos amigos demandam as férias, o irmão sol  não vai de férias, o irmão sol quer ser o teu areal amigo onde repouses de todos os cansaços e onde deixes todos os desejados abraços!

Vem descansar no irmão sol!

Adoramos bilhetes postais!

antónio colaço



publicado por animo às 19:24
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS

Tejo, há instantes.

 

Que humilhação, sol, onde está o teu matinal esplendor?

O quê, queres ser tu surpreendido com o esplendor do que resta de Iluminação interior no mais Íntimo de cada um de nós?!

Obrigado.

antónio colaço

 



publicado por animo às 09:28
link do post | comentar | favorito
|

LISBOAS (COM ALGUMAS REACÇÕES AO TESTEMUNHO DE NUNO)

 

REACÇÕES

 

Amigo António Colaço

Tu já nos tinhas contado o episódio.Por diversas vezes e sempre com um brilhozinho nos olhos que não enganam.

Mas tivemos agora a oportunidade de confirmar, ao vivo e a cores, que às vezes vale a pena subir um pouco mais para ver mais longe.Mesmo que a subida seja a muros feitos de pedras frias que é quase sempre o material de que são feitos os muros.

Mas o importante é que a história tenha um final feliz, como parece que está a ter.

Parabéns e força ao Adriano, ou Nuno, e a todos os Adrianos e Nunos que precisem de ter força.

Um abraço

silvério

__________________________

Caro Colaço,

Parabéns pela reportagem. És "aquela máquina", sempre arranjas tempo para descobrires e divulgares situações como estas, complicadas, que nos dão para pensar, mas que têm o seu mérito.
Lá apareceu mais uma caixinha. Será do teu fabrico? Só não vi os bombons. Agora passas a ser o Colaço das caixas a fazer concorrência ao Mendeiros dos milhões....
Um abraço.
MPAntunes
__________________________
Gostei muito da entrevista
Parabéns e boa sorte para o Nuno.

Paulo
_______________________

as maiores sortes do mundo para o nuno barata.

a vida está aí, aproveite-a.

com força e muito ânimo.

 

Roberto Ferreira

_________________________________

 

Imagens de ontem mas que de hoje poderiam ser.

LUZ, MAR,ILUMINAÇÂO,NAVEGAR,NAVEGAR

COMUNICAR É PRECISO!

Ânimo, lugar de encontro.Porto de abrigo!

 

Nos rastos dos que partem os restos que os pombos jamais entre si repartem.

 

De um benfiquista para todos os sportinguistas amigos, esta máscara de um verdejante verde!

É desta que a onda verde invade Alvalade....

antónio colaço

 



publicado por animo às 03:51
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Julho de 2011
NUNO BARATA JÁ CORRE A MARATONA DE UMA NOVA OPORTUNIDADE PELA LIBERDADE!

 

NOTA

Aos amigos da animus e na linha de partilharmos aqui o que cada um vai fazendo, deixo esta sentida reportagem!Para perceberem como se chegou aqui, leiam este post!(Cliquem no link!).Obrigado.

antónio colaço

 

E pronto, o prometido é devido.O nosso amigo Adriano, melhor, o Nuno Barata, está,finalmente, em liberdade.O melhor contributo deste AAA era mesmo conseguirmos arranjar um trabalho para ele.Nuno está disponível para tudo ao mesmo tempo que continua os seus estudos.Está tudo dito, ou melhor,mais do que palavras, para o Nuno começou a Maratona de novos actos, de uma nova vida!Parabéns,Nuno.
2

Ficamos à espera da resposta dos nossos leitores a quem esta história sensibilizou.Qualquer mensagem que nos enviem, por via interna ou para o nosso mail - animo.semper@gmail.com - fá-la-emos chegar ao Nuno.Este testemunho público dado hoje pelo Nuno foi ponderado pela nossa redacção.Desde a primeira hora o Nuno quis dar a cara como quem vai a tempo de evitar que outros jovens, inconscientemente, possam cair nas mesmas malhas em que caiu.Hoje, Nuno,percorre outros estabelecimentos prisionais tentando tornar mais leves os dias daqueles que aguardam, como ele, a hora de uma nova oportunidade para a sua maltratada liberdade.Foi com emoção, partilhada pelo seu Pai,que lhe entregamos o nosso ânimo de ouro com uma pequena particularidade:dentro da caixinha com o licor de poejos, os louros colhidos no maçanico Vale das Árvores!Ânimo, Nuno, para a nova maratona que agora começou!Obrigado, pelo seu testemunho de vida!
antónio colaço

 

 

 

 



publicado por animo às 00:22
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Julho de 2011
MATINAS

A linha do horizonte não me permite surpreender
o sol "em seu acordar" como quando morava na Ajuda.Em contrapartida,aqui, apanho-o a espreguiçar-se pelo rio abaixo!A maresia que se alevanta à sua ensonada passagem, liberta o que em nós ainda é noite retemperadora.

Sol,toma nos teus braços o que em mim ainda são noturnos cansaços, leva-me, quero subir contigo e que ilumines todos os meus passos.

Obrigado.

antónio colaço



publicado por animo às 08:36
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Julho de 2011
VÉSPERAS

 

Obrigado,pelas pontes que me ajudaste a restabelecer e por todas aquelas que jamais quero que me venham a faltar.
antónio colaço



publicado por animo às 23:13
link do post | comentar | favorito
|

O JANTAR ESTÁ SERVIDO...OU O IRMÃO SOL A TENTAR RECUPERAR AUDIÊNCIAS!!!!

Causou grande impacto a versão gastronómica da ânimo, versus,Bacalhau Conventual!

Como hoje está um calor de rachar, nada melhor do que uma "maionése", uma refeição simples e economicamente refrescante para poupar!

Comprando um saco de macedónia nas grandes superfícies, dá, pelo menos, para três refeições do género, quer dizer, dependendo do número de comensais e respectivo apetite!!!

Precisamos de três ovos, uma lata de atum sem ser em azeite,miolo de camarão - pode ser do mais baratinho, por que não?! - duas postas de pescada para cozer, umas tiras de delícias do mar...e aí vamos nós.

Num tachinho dê uma ligeira cozedura à pescada e ao camarão.Escorra a água depois de cozidos e volte a metê-la no tacho para nele cozer, em seguida, a macedónia.Vai ver que ganha o gostinho do peixe.Ah!Depois de uma cozedura,também leve, para que os legumes não se desfaçam na hora da mistura,aproveite a água para fazer uma sopa, tipo consomê (uau!!!) com pepino cortado aos pedacinhos, ou, simplesmente, com pedacinhos de pão tostado, vulgo croûttons (uau!!!mas isto hoje está que nem o J Olivier!!!).

Depois de termos os ingredientes todos cozidos, desfiemos o peixe, o camarão (partido ao meio ou em pedaços),o ovo "esmigalhado", tudo para o frigorífico para arrefecer!

Passados uns quinze minutos,junta-se tudo, mexe-se com uma colher de pau (sim, das proibidas pela ASAE/UE!!!) e adiciona-se maionese a gosto!

Em regra deixo sempre um pouco de ovo para a decoração final como se vê nas imagens!

Pode acompanhar com uma salada de alface, migadinha ou de tomate!

Ah!Um branquinho maduro bem fresquinho, que até pode ser substituído por um qualquer Alvarinho, dos mais acessíveis,está bem de ver, ajudam a refrescar as ideias para a rentrée que aí vem...(o quê?!Mas Agosto ainda nem começou,ó balha-nos Deus!!!!

 

antónio colaço

(que jamais chegará aos calcanhares do Jamie Olivier!!!)



publicado por animo às 19:29
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 24 de Julho de 2011
BACALHAU CONVENTUAL

Acho que era para ser qualquer coisa tipo "Bacalhau Espiritual"!!!!

Foi isso que desceu ao meu prato num destes dias num restaurante ali para as bandas de Paço de Arcos.

Fui à memória buscar o que me parecia que o dito bacalhau exigia e, olhem, saiu-me isto!!!

Nada parecido com o outro mas....delicioso!!!

Vai passar a chamar-se BACALHAU CONVENTUAL.Em 1968/69, anos de todas as revoluções, no silêncio do Noviciado de um Convento Capuchinho uma das "regras" era aprender a cozinhar!

Eis, portanto,um prato fruto da contínua aprendizagem daqueles saudosos dias!

O quê, querem a receita?!

antónio colaço

 

ACTUALIZAÇÃO

A pedido de algumas famílias, então aí vai a minha receita!!!Na travessa de ir ao forno, sobre uma bem almofadada cama de cebola cortadinha às rodelas e algum azeite, deitam-se, reclinam-se as postas de bacalhau que foram acariciadas com alho moído.Vai ao forno e deixa-se a alourar.Cá fora, à espera do abraço final, está um puré de batata,que deve ter no seu seio dois ou três ovos envolvidos para lhe dar mais leveza.Depois de alourada a cebola, e o bacalhau meio assado, também,barram-se as postas com maionese qb e o mesmo sobre o puré em decorativos círculos!Depois que o forno se deliciou só de olhar e aspirar os aromas assim libertados, alourados,vai para a mesa e uma qualquer salada de tomate ou alface serve para abrir caminho.Um tinto a condizer, quer dizer,encorpado, aveludado em muito ajudará a este pequeno manjar de Verão!Provem e verão.Ó pra mim Filipa Vacondeus de mim!Obrigado, a quem tanto se interessou por este pratinho que a troika (a sua crise!) engendrou!



publicado por animo às 01:23
link do post | comentar | favorito
|

SÁBADO 10 DE SETEMBRO TODOS OS CAMINHOS VÃO DAR AO CONVENTO DO AMEAL,PORTO!!!

Antigos Alunos Capuchinhos

Telef. 224664580 Fax 224664589

Av. Gen. Humberto Delgado, 201

4420-155 Gondomar





 

ConvConvocatória 15º Encontro









Companheiros e amigos:

Paz e Bem!

 

Ao chegarmos ao mês de Julho, como sempre, começamos a pensar a sério na organização do nosso encontro de Setembro.

Por isso, pela presente, convidamos todos os companheiros e familiares para o 15º Encontro Nacionala realizar no dia10 de Setembro de 2011, na Casa dos Capuchinhos do AMEAL,PORTO.

Se ainda não vieste nenhuma vez, motiva-te a marcar presença. Rever os que foram nossos companheiros é motivo mais que suficiente para te fazeres ao caminho. Aparece e verás como é este convívio sadio e alegre, que se repete já pela 15ª vez, ininterruptamente.

 

Inscreve-te, o mais depressa que puderes USANDO OS MEIOS HABITUAIS e constantes nesta Carta Circular ou na FICHA DE INSCRIÇÃO.

As inscrições terminam no dia 31 de Agosto.

O programa previsto terá a seguinte ordem:

 

Sábado – dia 10 de Setembro

  • 10,00 – Acolhimento na Portaria da Casa

  • 12,00 – Celebração da Eucaristia, na Igreja.

  • 13,00 – Almoço,

– Depois do Almoço, convívio com os colegas...

Visionamento de Vídeo – retrospectivo…

  • 15,00 (?) – Sessão da tarde. Se tiveres algum instrumento musical e souberes tocar, não o deixes em casa, pode ser útil para a animação.

 

Programação do próximo encontro, discussão dos estatutos, etc.

  • 17,00 – Lanche e despedida.



NB/ Segue, ainda, a habitual FICHA DE INSCRIÇÃO, que servirá também para corrigir ou alterar algum dado.

Devolve-a ao remetente pelo correio ou por via Fax, depois de devidamente preenchida nos campos pertinentes.

Os Contactos telefónicos ou envio via Fax devem ser feitos exclusivamente para o Seminário ou para os contactos indicados na Ficha de Inscrição.

 

Respeitosos cumprimentos.

 

Gondomar, 23 de Julho de 2011



Pela Organização

 

António Joaquim Oliveira Silva

 

Enviar INSCRIÇÃO – até 31/08/2011 (Correio - Fax - Mail)

António Joaquim91 9517264
Arménio Medeiros – 91 4121223
Seminário – 22 4664580
Fax do Seminário – 22 4664589

Mail: ajoaquim.silva@gmail.com

 

 

 

1. Á semelhança de anos anteriores, o encontro com os companheiros tem custos:


a) – O Custo, por cada pessoa, é de 15,00 €.

 

 

 

b) – Se alguém tiver dificuldades em assumir estes valores, acima indicados, não deixe de vir. Mas contacte a organização (será guardado sigilo absoluto) e tudo se resolverá.


c) – Se alguém tiver contacto com outros ex-companheiros, faça os possíveis para que venham convosco. Será mais agradável se conseguirmos reunir os nossos condiscípulos mais próximos no tempo.

__________________________________________________________________

 

O IRMÃO SOL PUBLICA, A SEGUIR, A PROPOSTA DE ESTATUTOS PARA A CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DOS ANTIGOS ALUNOS

 

 



publicado por animo às 01:06
link do post | comentar | favorito
|

CAPUCHINHOS TÊM PROJECTO DE ESTATUTOS PARA ASSOCIAÇÃO DE ANTIGOS ALUNOS

ASSOCIAÇÃO ANTIGOS ALUNOS CAPUCHINHOS

Projecto de Estatutos

CAPÍTULO  I

Denominação, Sede e Objectivo

Artigo 1º

a). A Associação adopta o nome de “Associação Antigos Alunos Capuchinhos” ( AAC).
b). A Associação tem sede na Casa dos Capuchinhos, Avenida General Humberto Delgado
    201;  4420-155 Gondomar. Podendo ser alterada mediante a aprovação em Assembleia
    Geral.
c). A associação é constituída por tempo indeterminado.
d). É uma associação sem fins lucrativos, formada por todos os Antigos Alunos Capuchinhos
    que se revêem no ideal de S. Francisco de Assis, e que se comprometem a colaborar na
    execução dos objectivos  da associação.
e). A sua ligação com a Ordem dos Capuchinhos, é assegurada por um membro seu por ela
    designado.   

Artigo 2º

Objectivo

a). Promover a amizade, a convivência, a solidariedade e a comunicação entre todos os
    associados, através do apoio e entreajuda mútuas no plano social, profissional e cultural,
    de acordo com as possibilidades e necessidades manifestadas pelos associados.
b). Manter laços estreitos de trabalho e cooperação com a Ordem dos Capuchinhos, quer
    divulgando a sua obra quer apoiando-a em iniciativas onde a associação se revelar útil.
c). Concretizar anualmente o encontro de todos os antigos alunos, quer sejam sócios ou não.

CAPÍTULO  II

Associados – Inscrição e Categorias

Artigo 3º

a). Têm direito a requerer a inscrição na associação qualquer antigo aluno dos Capuchinhos
    que se identifique com os objectivos desta associação.
b).O pedido de admissão como sócio é feito mediante o preenchimento de impresso próprio,
    assinado pelo requerente ficando a admissão efectiva condicionada ao pagamento da
    respectiva jóia e/ou quota anual, que forem estipuladas e aprovadas em Assembleia Geral.

Artigo 4º

a). Os sócios distribuem-se por duas categorias, efectivos e honorários.
b). Sócios Efectivos são todos os antigos alunos Capuchinhos, devidamente admitidos pela
    Direcção.
c). Sócios Honorários são, além de todos os padres Capuchinhos, os antigos alunos que,
     tendo prestado relevantes serviços á Associação, hajam merecido essa distinção
     reconhecida pela Assembleia Geral.
Artigo 5º

Associados – Direitos

a). Assistir e participar com voz e voto nas assembleias gerais e em todas as actividades da
    Associação.
b). Eleger e ser eleito para os órgãos sociais da Associação, nos termos e formas fixadas nos
    presentes estatutos.
c). Serem mantidos ao corrente de toda a actividade da Associação.
d). Requerer a convocação de uma assembleia geral extraordinária nos termos previstos
     nestes estatutos.
e). Impugnar, junto dos órgãos estatutários e nos termos previstos nestes estatutos, os actos
    dos corpos gerentes que considerem ilegais ou não estatutários.

Artigo 6º

Associados – Deveres

a). Cumprir e fazer cumprir os presentes estatutos;
b). Revelar disponibilidade e cooperar nas actividades da Associação.
c). Exercer, com zelo e diligência, os cargos para que foram eleitos;
d). Pagar as quotas e/ou outras contribuições que, em cada momento, forem fixadas;
e). Acatar as decisões da direcção e da assembleia geral.

Artigo 7º

Cessação de associado

a). Quando solicitado pelo próprio por escrito á direcção.
b). Quando a Direcção verificar a incompatibilidade do sócio com o espírito e fins da
    Associação. Esta exclusão terá de ser ratificada em Assembleia Geral.

CAPÍTULO  III

Órgãos Sociais e Funcionamento

Artigo 8º

a). Os órgãos directivos da Associação são: Assembleia Geral e Direcção.
b). Todos os órgãos são eleitos por um período de três anos, podendo ser reeleitos.
c). São eleitos mediante listas candidatas que venham a formar-se, devendo todas elas
    apresentar um plano de acção para o mandato que se propõem exercer.
d). Os serviços por eles prestados são gratuitos, sendo-lhes, no entanto, pagas as despesas
    de deslocação e estadia, quando no desempenho das suas funções.

Artigo 9º

Constituição da Assembleia Geral

a). A Assembleia Geral é constituída por todos os sócios no pleno gozo dos seus direitos.
b). A mesa da assembleia geral é constituída por um presidente e dois secretários.
c). Nas faltas e impedimentos do presidente da mesa, este será substituído pelo secretário e
    este pelo segundo;

Artigo 10º

Competências da Assembleia Geral

a). Aprovar e alterar os estatutos;
b). Eleger e exonerar os membros dos corpos sociais;
c). Fixar e alterar o montante das quotizações;
d). Discutir e aprovar o plano anual de actividades e o relatório de contas e o orçamento anual;
e). Apreciar e votar a integração ou não da “Associação Antigos Alunos Capuchinhos” na
    Federação de Associações já existente ou outras organizações similares, cujo carácter e
    âmbito possam contribuir para a concretização dos objectivos da Associação;
f). Promulgar a lista de associados honorários.
g). Dissolver a associação e nomear a comissão Liquidatária.

Artigo 11º

Funcionamento da Assembleia Geral

a). A Assembleia Geral reúne em sessão ordinária todos os anos, em princípio coincidente
    com o encontro anual, para discussão e aprovação do relatório de contas do ano
    anterior e do plano de actividades e do orçamento para o ano seguinte e eleger, se for caso
    disso, os Corpos Sociais.
b). A Assembleia geral reunirá em sessão extraordinária por iniciativa do presidente da mesa,
    a pedido da direcção ou por petição subscrita por, pelo menos, um quinto dos associados
    no pleno gozo dos seus direitos.
c). As convocatórias para as assembleias gerais ordinárias e extraordinárias serão feitas com
    a antecedência mínima de trinta dias úteis, comunicado via postal ou e-mail aos sócios,
    indicando a data, hora, local e ordem de trabalhos.
d). A  assembleia geral considera-se legalmente constituída com qualquer número de
    associados na hora marcada, sendo válidas as decisões, tomadas por maioria absoluta.   
    Excepto quando se trata da alteração dos estatutos ou da dissolução da associação,

    necessitando-se então do voto favorável de três quartos do número de todos os associados.


Artigo 12º

Competências do presidente da mesa da assembleia geral

a). Convocar e dirigir o funcionamento da assembleia geral, de acordo com a ordem de
    trabalhos;
b). Conferir a posse aos sócios eleitos para os órgãos sociais da Associação;
c). Assinar os termos de abertura e encerramento e rubricar as folhas do livro de actas.

Artigo 13º

Competências dos secretários da mesa da assembleia geral

a). Coadjuvar e auxiliar o presidente na condução dos trabalhos da assembleia;
b). Substituir o presidente nas ausências e impedimentos deste.
c). Redigir as actas, servir de escrutinador e preparar o expediente das assembleias.




Artigo 14º

Constituição da direcção

a). A direcção é o órgão gestor e executivo da associação, constituída por cinco elementos
     eleitos pelos sócios em assembleia geral – um presidente, um vice-presidente e três
     vogais, dentre os quais será escolhido, pelos seus pares o secretário e o tesoureiro.
b). O presidente será substituído nas suas faltas e impedimentos pelo vice-presidente;
c). O delegado da Ordem dos Capuchinhos participará nas reuniões sempre que o entender.

Artigo 15º

Competências da direcção

a). Representar a Associação para todos os efeitos legais.
b). Cumprir e fazer cumprir os presentes estatutos e as deliberações da assembleia geral.
c). Criar, organizar e dirigir todos os serviços, designadamente preparar a agenda dos
     encontros e actividades.
d). Elaborar o plano de actividades e o orçamento anual, submetendo-o à apreciação e
     votação da assembleia geral;
e). Elaborar os regulamentos necessários à organização e utilização dos serviços;
f).  Propor à assembleia geral o montante das quotizações a pagar pelos sócios;
g). Admitir, exonerar ou sancionar associados desde que a sua suspensão não ultrapasse o
     prazo máximo de um ano;
h). Celebrar acordos de cooperação com os serviços oficiais ou associações congéneres;
i).  A assinatura do tesoureiro é obrigatória em todos os documentos que importem a
     realização de despesas.

Artigo 16º

Funcionamento da direcção

a). A direcção reúne ordinariamente, pelo menos, duas vezes em cada semestre e das suas
     reuniões é elaborada acta a exarar em livro próprio, que é lida, aprovada e assinada pelos
     membros que a ela assistiram, no início da sessão imediata.
b). Qualquer dos membros da direcção, vencido na decisão, pode fazer declaração de voto a
     exarar em acta.
c). A direcção reúne extraordinariamente sempre que for convocada pelo respectivo
     presidente ou a requerimento apresentado, no mínimo, por dois dos seus membros no
     pleno uso dos seus direitos e que, nesse caso, indicarão a respectiva ordem de
     trabalhos.

Artigo 17º

Competência do presidente da direcção

a). Coordenar todo o trabalho da direcção, convocar reuniões, assinar a correspondência e,
     juntamente com o tesoureiro, rubricar os livros da tesouraria;
b). Representar, em geral, a direcção.
c). Delegar as suas funções, ou parte delas, quando necessário ou conveniente, para o bom
     andamento dos trabalhos, no vice-presidente ou em caso de falta e/ou impedimento deste,
     em qualquer dos vogais;

Artigo 18º

Competências do vice-presidente da direcção

a). Substituir o presidente, nos seus impedimentos ou faltas, com os poderes a ele inerentes;
c). Coadjuvar o presidente e coordenar as tarefas que, por deliberação da direcção ou por
    delegação do presidente, lhe sejam confiadas.

Artigo 19º

Competências do secretário da direcção

a). Orientar todo o expediente e arquivo, acompanhando o trabalho da secretaria;
b). Elaborar as actas das reuniões da direcção;
c). Levar à apreciação da direcção todo o expediente recebido e expedido que se revele de
    interesse;

Artigo 20º

Competência do tesoureiro da direcção

a). Ser fiel depositário dos fundos da Associação e por eles responder;
b). Superintender nos serviços de contabilidade e tesouraria, ordenar cobranças e
     pagamentos, bem como, assinar cheques e autorizar pagamentos;
c). Transmitir, continuamente, à direcção a situação económica da Associação e a situação da
     cobrança das quotizações;
d). Organizar o relatório de contas e a elaboração do orçamento para o ano imediato, a ser
     apresentado pela direcção à assembleia geral.

Artigo 21º

Competência do vogal da direcção

a). Assistir às reuniões da direcção com direito a voto nas decisões;
b). Executar e coordenar as tarefas delegadas pela direcção;
c). Substituir o secretário ou o tesoureiro, no impedimento destes.

CAPÍTULO  IV

Artigo 22º

Património da Associação

a). Constituem receitas e património da associação, as quotizações pagas, normais ou
     extraordinárias.
b). Os subsídios, heranças, legados e doações que lhe sejam atribuídas.
c). Pelos juros ou outros rendimentos de títulos subscritos pela direcção;
d). Por receitas provenientes das actividades promovias pela Associação.





CAPÍTULO  V

Artigo 23º

Extinção e Dissolução

a). A extinção ou dissolução da associação só pode ser deliberada em assembleia geral,
     convocada expressamente para esse efeito e desde que aprovada por três quartos dos
     sócios efectivos no pleno gozo dos seus direitos;
b). Se a dissolução for aprovada, a assembleia geral nomeará uma Comissão Liquidatária
     composta por três associados e coordenada por um presidente, escolhido entre eles.
c).  Depois de serem pagas todas as dívidas existentes, os bens da Associação serão
     entregues á Ordem dos Capuchinhos que será fiel depositária, com vista a uma eventual
     reconstituição futura da Associação.


CAPÍTULO  VI

Artigo 24º

Disposições finais e transitórias

a). Os outorgantes da escritura pública de constituição da Associação, integrarão a sua
     primeira Direcção, com plenos poderes que pelos presentes estatutos lhe conferem.
b). A primeira Direcção da associação assim formada – Direcção fundadora, manter-se-á em
     funções até à primeira Assembleia Geral, na qual serão votados a composição de todos os
     órgãos sociais.



publicado por animo às 01:03
link do post | comentar | favorito
|

Visitantes
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Visitantes
blogs SAPO
subscrever feeds