Sexta-feira, 30 de Março de 2012
MATINAS

Sei de ti, Sol, sim, e do empurrãozito que deste no prolongado egoísmo das nuvens que persistiam fazer-te frente.
Obrigado.
Vê como está vaidosa a minha oliveirinha com o seu colar de pérolas d'água ao peito, ela, que não sendo da serra, não perdeu pela demora e, vaidosa como é, logo veio para a varanda acenar a quem por aqui mora!
antónio colaço


publicado por animo às 10:09
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Março de 2012
AGOAS LIVRES . OURO DA TERRA. ensaio

Sem adiantar muitos pormenores, decorreu, há instantes, na Mãe d'Água,um primeiro ensaio para aquilo que se deseja um bom momento de improvisada criatividade na tarde de 12 de Abril, pelas 19 horas, na inauguração da minha exposição "LISBOAS.40ANOS DE LISBOA.pintura.escultura.música".

Um renovado agradecimento à Junta de Freguesia de S.Francisco Xavier pela cedência do seu magnífico cravo/órgão/piano...

E não há tempo para mais palavras pois todo o que sobra é para...obras!!!!

antónio colaço

PS

O operador de camera, Fernando Neves, é o responsável pela duração deste pequeno vídeo!Ele acha que não devemos ir mais longe, daí o seu corte abrupto!!!

Obrigado, Fernando!!!

antónio colaço

 



publicado por animo às 16:05
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Março de 2012
LISBOAS

Confesso: nos últimos tempos "chaguei" a cabeça a dois ou três amigos mais chegados, digamos (e como seria bom que o Face ajudasse a alargar este conceito?!) com quem ia partilhando a evolução - o making off (uau!!!) - de alguns do...s quadros!
Uma tão irreprimível quanto compulsiva (sim, reconheço) vontade de comunicar, de partilhar.Não me chego, logo, chago, chego-me!!!
2
Parei e desisti.
Mas, reincidente, está a apetecer-me partilhar com todos os que por aqui passam uma das telas que já entrou com a "tasca" quase fechada:
-AdiVINHO-te (III).
O tema do vinho é, em mim, recorrente! Gosto tanto de vinho quanto de celebrá-lo!
Aí vai, antecedido de um pequeno poema que escrevi para a primeira tela,mais uma tela onde as vides, as folhas, os pequenos achados cerâmicos e a terra vieram do meu querido Vale das Árvores que tão abandonando anda com estas andanças mas que também, assim, se vê alcandorado à categoria de elemento plástico do meu humilde saber:

Sei que adivinhas o que adiVINHO em ti.
Faz de mim a vinha que te aprouver.
Leva-me para a adega que mais te apetecer,
Pisa-me e eu mostro-te o mosto de que são feitos os meus cachos.
No silêncio das adegas de Outono,já só quero sentir
a sabedoria dos dedos com que me curas e revolves.
Prova-me e bebe!
Este é o calíce do sangue que nos redime.

 

antónio colaço

 

 

 

 



publicado por animo às 20:37
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS

 

Só pode ter sido mesmo um sonho.
No Facebook aparecia-me um novo Amigo a pedir Amizade, de seu nome Jesus Cristo.Sim, o filho do carpinterio de Nazaré....

-..."Não escrevas mais nada.Deixa o resto comigo!Sim, acho que chegou a hora...de voltar a "descer" à Terra.Da última vez que por cá estive com esta forma humana que me conheceram, quando parti - sendo que nunca cheguei ou parti, sou Eterno, claro - deixei o Espírito para que vos acompanhasse para sempre.Muitos perceberam e fazem dele, o sinal para a Eternidade que significa. Não, não vou agora retomar o tema dos Mistérios, desde logo o da Santíssima Trindade...não.
Quero apenas dizer-te, e a todos os que a partir de hoje contam Comigo aqui no Facebook - esse rapaz Mark descobriu, finalmente, aquilo que o meu Pai, quero, dizer, Nós, a todos concedemos: a Inteligência para descobrir e ir mais fundo no aprofundamento das relações humanas.Mas...para começar ainda não vou por aí.
Só para dizer que, quando falava da parábola dos talentos - as coisas a que eu tive de recorrer, então, para explicar àquela gentinha quem era e ao que vinha, eles que, ao contrário de vós, ainda não tinham chegado a este estádio da evolução da Inteligência...
O que quero apenas dizer hoje - sim, sei que este é um meio onde temos de ir devagarinho - é que, sendo um como vós, daqui em diante, venho dizer-vos que podeis contar comigo neste lugar para tentarmos de uma vez por todas varrer com séculos de erros, más interpretações do que disse, uma Igreja faustosa na qual não me reconheço mas que quero ajudar a interrogar-se, converter-se e ser, finalmente, o Lugar onde o Amor, a solidariedade e a Amizade entre todos os povos anunciem, outra vez, Tempos Novos!
Voltarei!"

E...se não tivesse sido um sonho?
(continua)
Obrigado.
antónio colaço


publicado por animo às 11:54
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 25 de Março de 2012
A PRIMEIRA VEZ.....
A PRIMEIRA VEZ que fui com o meu neto Francisco ao CCB.
Um dia vou explicar-lhe que nestas coisas da cultura, como da vida em geral, nunca deve ter medo de FAZER/CRIAR aquilo em que acredita e que essa coisa dos "territórrios", dos "nomes", são papões que já passaram à história.
Esta tarde,soube-o tarde, os VIOLINHOS deram um concerto numa das salas magnas do CCB.
Nunca tinha visto tanta gente miúda de palmo e meio acompanhada de seus pais e avós.
Quem, como nós, não só já ouviu os Violinhos, como, também, conhece um pai que já la teve os seus três filhos...então isto não chega para acreditar em dias melhores, mais partilhados, menos feito de meninos "deslumbrados", antes, DESLUMBRANTES?!
antónio colaço


publicado por animo às 23:55
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 24 de Março de 2012
WEBANGELHO SEGUNDO ANSELMO BORGES

Pe Anselmo Borges

In DN

O FIM DO, DE/UM MUNDO

 

Afinal, já "se sabe" quando é o fim do mundo: no dia 21 de Dezembro deste 2012! Como se chegou a esta data fatal, cuja notícia invade muitos sítios da Rede?

O arqueólogo britânico Sir John Eric Thomson, um eminente mesoamericanista do século XX, mostrou as correlações entre um dos calendários maias e o nosso calendário. Segundo certos cálculos, a partir de um texto breve, descoberto nos anos 50 do século passado em Torturego, no México - quem quiser aprofundar a questão de modo breve e sério consulte o dossiê dedicado ao tema por "Le Monde des Religions", Nov.-Dez. de 2011 -, a contagem longa dos maias teria começado no dia 11 de Agosto de 3114 antes da nossa era e acabaria no solstício do Inverno do ano em curso, 21 de Dezembro de 2012.

Tanto bastou para que se desse, nos anos 80 do século passado, o começo de um movimento apocalíptico planetário, iniciado por José Argüelles, "maianista" americano convicto, isto é, partidário do maianismo, termo que designa as crenças New Age, apoiadas na mitologia maia. Em Le Facteur maya, publicado em 1987, afirmava que o dia 21 de Dezembro determinará uma transformação na consciência mundial bem como o início de uma nova era. Rapidamente percebeu que a aldeia global era um alvo ideal e o que é facto é que os sítios esotéricos e apocalípticos consagrados à "profecia maia" invadiram a Internet, e o cinema e a televisão associaram-se na difusão do rumor planetário desta catástrofe "profetizada" pelos maias e pretensamente confirmada por astrólogos e cientistas.

No entanto, se alguns incidem na angústia colectiva do fim do mundo, explorando uma certa depressão planetária, outros são menos alarmistas, informando que o que os maias sabiam é que o 21 de Dezembro será um "renascimento" e o "início de uma nova era mundial". "O fenómeno 2012 é totalmente indissociável da Web. É essencialmente por esse meio que se desenvolveu desse modo", explica Laure Gratias, jornalista e autora de La Grande Peur de 2012. "Em todos os sítios da Internet e em todas as obras consagradas a 2012, encontra-se esta afirmação categórica: as ideologias, as religiões e as filosofias mais diversas convergem no sentido de designarem 2012 como data do apocalipse."

É inevitável perguntar como é que se instala tanta crendice na mente das pessoas que aceitam como indubitável o fim do mundo no dia 21 de Dezembro próximo. Como diz Éric Taladoire, especialista das civilizações pré-colombianas, tentarmos repor a verdade sobre um falso fim do mundo é uma tarefa árdua, pois, por definição, "os que crêem nisso consideram-nos precisamente como mentirosos ou dissimuladores, participantes num vasto complô."

De facto, os maias não falavam tanto do fim do mundo como do fim de um mundo e da sua reciclagem, segundo um princípio de alternância e um movimento cíclico perpétuo: a vida acaba na morte e a morte dá lugar à vida, o termo de um ciclo é seguido de um renascimento. Os Livros de Chilam Balam não são a profecia delirante do fim do mundo, pois referem-se ao fim de um mundo, precisamente ao desabamento do seu mundo, no contexto da conquista feroz espanhola. Mas essa "catástrofe cultural e demográfica sem precedentes" não impediu um renascimento: os maias continuam vivos, mesmo se a sua cultura mudou.

É assim também no fim de um mundo que nos encontramos hoje. Vivemos num mundo aparentemente à deriva e sem controle e é como se caminhássemos inexoravelmente para o abismo. Como escreve É. Taladoire, "A nossa época atravessa uma crise de amplidão planetária. Ela manifesta-se em todos os domínios e é amplificada pela aceleração da informação: daí, a multiplicação dos rumores, das informações incontroláveis. A dúvida instala-se, dando lugar a teorias de maquinação. É neste terreno que prosperam os rumores apocalípticos, difundidos por gente sincera ou verdadeiros escroques. Os investigadores desenvolvem uma análise rigorosa, lógica, mas os 'crentes' refugiam-se no acto de fé. Os desmentidos científicos podem por vezes convencer os hesitantes, mas os partidários do complô só verão nisso a prova da amplidão das manipulações."

* Padre e professor de Filosofia

 

COMENTÁRIO

De facto, mais do que o fim do mundo, o que interessaria pôr fim, quanto antes, é a um mundo onde, sabemo-lo hoje, graças às novas tecnologias, proliferam as injustiças e agrava-se o fosso entre os mais ricos e os mais pobres.

Por isso, e esse é o objectivo deste espaço em que nos limitamos a reproduzir,melhor, a amplificar o contributo de alguém que nos ajuda a olhar com outros olhos, a olhar mais fundo e perceber o que, verdadeiramente está na génese de tal maldade.

Com a agravante de que a sua Palavra iluminada nos remete à origem do Deus Criador, Bom, Omnipotente, sim, mas sempre Presente.

Uma concepção de que nos quiseram , e querem afastar, aqueles que tardam em perceber que não é mais possível apostar no Deus do Pecado, Castigador, pai de toda a culpabilidade...

As novas tecnologias são, de facto, um precioso instrumento para congregar as tantas vontades de que precisamos para caminhar para a construção deste tão desejado MUNDO NOVO!
O Mundo que sempre esteve na cabeça de Deus!

Tardamos a descobrir a liberdade de que Ele nos fez donos e senhores, nomeadamente, a de asneirar com estes proclamados "fins-do-mundo"!!!como o Pe Anselmo hoje reporta.

É hora de recuperar o tempo perdido.

De experimentarmos viver num mundo novo sem o confessado medo de que acabe.

antónio colaço



publicado por animo às 16:41
link do post | comentar | favorito
|

MATINAS

Junto-me a ti, renascido Jacarandá,não há nuvens que resistam à certeza de um Sol, por mais cercado, de nós sempre se acerca.

Uma adolescência fulgurante e perfumada.

Assim nos sinalizassem quando por lá passámos.
É bom apanhar estas boleias que todos os anos nos reconduzem tão Perto do nosso próprio Princípio.
Não para que nos demoremos por lá, apenas para que não esqueçamos o muito caminho que, afortunadamente, ainda há.
Obrigado.

Acho que as nuvens apenas querem pòr à prova a nossa inabalável confiança no Sol!
Saia uma de nuvens para as redes sociais da mesa deste canto.
Obrigado.

antónio colaço



publicado por animo às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Março de 2012
3 EM 1.MATINAS.LISBOAS E COMPLETAS

Tal como previmos o tempo estica-se e a preparação da LISBOAS exige de nós toda a atenção.Completamente impossível chegar a tempo!
Aqui vai um três em um só para que fique tudo dentro desta Sexta-feira.E começamos...pelo fim!!!!

 

COMPLETAS

 

Imagens de ontem, mas que de hoje poderiam ser.
Fascina-me a intemporalidade dos dias, uma espécie de gozo antecipado da Eternidade, que, já o sendo, não pode ainda contar com o meu total abandono nos seus braços...

LISBOAS

Igreja de S.Paulo.

Tantas vezes vim descansar, aqui, junto de S.Paulo (Igreja de S.Paulo, na Rua com o mesmo nome, ao Cais do Sodré, que tem no seu tecto um belíssimo exemplar de "trompe l'oeil") cansado de "S.Bento"!
Hoje, de passagem, entrei.À porta, uma moldava a quem nada dei.
À saída, deu-me para entrar na pele da moldava e tentar perceber de que alegria se fez a sua alegria pelo euro que lhe dei.
Estradas de Damasco de nós....

 

MATINAS

 

 

Sol, as minhas palavras ficam a descansar.

Tens a porta aberta, podes despertar!

Obrigado.

antónio colaço



publicado por animo às 10:41
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
MATINAS

 

Diz-me, madrugada, que sol dorme no teu seio, de que sonhos se fez a sua noite, com que raios nos vai surpreender, hoje, dizem, o Dia Mundial da Poesia?
Acaso não é o Sol o nosso Poema de todos os dias?
Vem, Sol, poema-me!
Obrigado.
antónio colaço


publicado por animo às 09:31
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Março de 2012
LISBOAS

O dia 12 de Abril (relembro, dia programado para, pelas 19 horas, na Mãe d'Água, às Amoreiras ter lugar a inauguração da minha exposição "LISBOAS-40ANOS DE LISBOA.pintura.escultura.música") aproxima-se e, no atelier, o caos vai-se instalando.Sempre me recordo de uma frase do saudoso José Gomes Ferreira que dizia "crio a partir do caos!", pois é nessa fase em que as coisas andam.

Quem dera, de facto, um espacinho maior... nunca estamos satisfeitos!Mas, também, nunca foi por isso que deixei de trabalhar!

Este trabalho, de que mostra parte,vai chamar-se VEREDAS.

Foi, de facto, numa maçanica vereda, caminhando, como faço sempre que posso, que descobri este montinho de ardósia, ou xisto,tal como aqui está!Divididinhos, estes pedacinhos ali estavam numa assumida união de facto como que a dizer-me, "leva-nos, mostra como na especificidade de cada um dos nossos pedacinhos, podemos funcionar em grupo e...ser agradáveis à vista lá dos teus amigos de Lisboa!"

E cá estão a ganhar forma!

 

Outro trabalho e um tema em mim recorrente: "LOUVOR E EXALTAÇÃO DO CANUDO".

Não, nada contra os pobres canudos.

São de facto, preciosos, os serviços que nos prestam os canudos.

Nesta colagem, podemos encontrar os consagradíssimos canudos da "Renova" (ei, pessoal de Torres Novas, um apoiozinho para pagar esta publicidade!!), os canudos do papel de alumínio, ou transparente com que conservamos os alimentos no frigorífico, ou o canudo dos tecidos com que nos vestimos e seduzimos quem por nós passa, etc...
Já estavam a pensar que eu estava a meter-me com os "outros ...canudos"!!!!

Mais curioso é que nos trabalhos de colagem, isto mais me parece um órgão de tubos, daí o "Louvor e exaltação", quase música de órgão de....tubos!!!Ou seja, os canudos defendem-se e exaltam-se a si próprios!(Uau!)

antónio colaço



publicado por animo às 11:25
link do post | comentar | favorito
|

Visitantes
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Visitantes
blogs SAPO
subscrever feeds