Sábado, 30 de Março de 2013
SIRVAM-SE!RESSUSCITEMOS!!!ALELUIA!!!SANTA PÁSCOA!!!

 

 

 

 

Acabadinha de fazer, aguarda a hora de desenformar e, mais tarde, de tomar forma nos nossos esfomeados estômagos com o apoio de um tinto ressuscitado do chão alentejano!!!

 


Com os votos de Santa Páscoa, Trás-os-Montes no coração - foi em Meireles, graças a Abril de 74, que me viciei nestas Bôlas, ou folares - aqui fica a receita ( que não cumprimos!), sacada da web, para quem quiser experimentar!

SIRVAM-SE.

RESSUSCITEMOS!

ALELUIA!

SANTA PÁSCOA!!!

antónio colaço

 

BOLA DE TRÁS-OS-MONTES

 

1 kg de farinha 30 g de fermento de padeiro 1,5 dl de água 12 ovos (médios) 300 g de gordura (por ex: 125 g de manteiga, 125 g de banha e 1/2 dl de azeite) água ou leite 1 colher de sopa de sal farinha 1 gema 1 salpicão 1 linguiça (chouriço de carne, em Lisboa) 200 g de presunto 1 frango assado ou estufado (fac.) salsa

Peneira-se a farinha para um alguidar, faz-se uma cova no meio onde se deita o fermento dissolvido em água morna e envolvem-se.Passam-se os ovos por água morna e juntam-se à farinha, mexendo em círculo. Derretem-se as gorduras, tendo o cuidado de não as deixar aquecer em demasia, e deitam-se sobre a farinha. Começa-se então a trabalhar a massa, juntando água morna (ou leite) onde se dissolveu o sal. Com água obtém-se uma massa mais fina.Bate-se a massa à mão, até se soltar do alguidar e fazer bolhas. Molda-se em bola, polvilha-se com farinha, cobre-se com um pano e envolve-se num cobertor. Coloca-se num local temperado e deixa-se levedar.Quando, rompendo a massa, esta se apresentar com o aspecto de uma renda, está pronta.Tem-se um tabuleiro rectangular com pelo menos 7 a 8 cm de altura. Divide-se a massa em 3 partes, sendo uma maior. Põe-se esta a forrar o fundo e os lados do tabuleiro e por cima espalha-se metade da porção das carnes e salsa. Cobre-se com uma camada de massa sobre a qual se dispõem as carnes (o salpicão e a linguiça em rodelas, o presunto em bocados e o frango sem peles e sem ossos) e a salsa restantes, que serão cobertas com a 3ª parte da massa. Fecha-se o folar enrolando os bordos da massa e deixa-se novamente levedar. Quando, à superfície, aparecerem umas bolinhas, pincela-se o folar com a gema e leva-se a cozer em forno bem quente (200ºC) cerca de 45 minutos.


publicado por animo às 20:13
link do post | comentar | favorito
|

Visitantes
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Visitantes
blogs SAPO
subscrever feeds