Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010
LOUVADO SEJAS, OH MEU SENHOR, PELO LUMINOSO OLHAR DE FREI ACÍLIO

 

 
Bom Dia,
Com Paz e Alegria!
 
 
 
Litania 205
 
 De 4 a 13 de Janeiro, vivo uma nova experiência, na longa «via crucis» (caminho da cruz ou via-sacra) iniciada a 25 de Setembro de 2008, sempre em busca da «via lucis» (o caminho da luz). Diariamente sou beneficiado com uma sessão de «fisioterapia ocular» na Clínica Oftalmológica Ribeiro-Barraquer, no Porto. Perante a dura realidade (5% de visão no olho esquerdo e 20% no olho direito, depois de umas 9 intervenções cirúrgicas), o Dr. Paulo – um verdadeiro expert na «arte de bem ver em toda a cela», optou por um tratamento com a sofisticada tecnologia R. E. (Recuperadora Electrónica). O olho, a zona da sobrancelha e a cervical são cuidadosamente massajadas a quente, com o objectivo de estimular a vista, na procura de mais visão e de uma visão mais definida. Na ponta do aparelho é colocada uma cabeça diferente para cada uma das três zonas a massajar. Na minha mão, um cabo terra, para evitar qualquer choque eléctrico. As dedicadas enfermeiras «3 L» (Filomena, Célia e Luísa) esmeram-se na utilização desta tecnologia de ponta. A estes estímulos nem todos reagem do mesmo modo. Cada caso é um caso. Vivemos da Esperança!
Na deslocação diária para a Clínica, tenho à disposição o autocarro nº 205 dos STCP, procedente de Campanhã e com destino ao Castelo do Queijo. A gravação vai indicando cada uma das 22 paragens que percorro.
Ao longo dos 20 minutos deste percurso, sirvo-me do nome de cada uma das paragens para um tempo de oração, em forma litânica. A voz feminina da gravação indica-me o nome da paragem. Respondo com uma prece confiante, arriscando a rima com o nome da respectiva paragem, qual procissão de rogações. O mundo é o nosso convento – alerta-nos Francisco de Assis. Também o mundo será o majestoso «templo» para uma adoração em espírito e verdade – como o Pai do Céu deseja. Entro no autocarro na paragem «Capuchinhos», no Amial. E dou início à minha «Litania 205»:
 
Próxima Paragem: Via Norte
Se Tu quiseres, Senhor…
Minha vista há-de ser forte!
 
Próxima Paragem: Monte dos Burgos
Se Tu quiseres, Senhor…
Purifica os olhos turvos!
 
Próxima Paragem: Congostas
         Se Tu quiseres, Senhor…
Eu verei – mas de mãos postas!
 
Próxima Paragem: Bairro de Santo Eugénio
         Se Tu quiseres, Senhor…
Faz-me ver neste triénio!
 
Próxima Paragem: Quartel Militar
         Se Tu quiseres, Senhor…
Minha vista há-de voltar!
 
Próxima Paragem: Alto do Viso
Se Tu quiseres, Senhor…
Eu verei o teu sorriso!
 
Próxima Paragem: Rua do Senhor
Se Tu quiseres, Senhor…
Eu verei com mais fulgor!
 
Próxima Paragem: Senhora da Penha
Se Tu quiseres, Senhor…
Por tua Mãe, que a luz me venha!
 
Próxima Paragem: Ruela
Se Tu quiseres, Senhor…
Não se extinguirá a vela!
 
Próxima Paragem: Rotunda A.E.P.
Se Tu quiseres, Senhor…
         Com o coração se vê!
 
Próxima Paragem: Preciosa
         Se Tu quiseres, Senhor…
Dá-me visão mais formosa!
        
Próxima Paragem: Azenha de Cima
Se Tu quiseres, Senhor…
Dá-me a luz, que tanto anima!
 
 
 
Próxima Paragem: Lidador / Hospital Magalhães Lemos
Se Tu quiseres, Senhor…
És a Luz que sempre vemos!
 
 
 
Próxima Paragem: Quinta dos Ingleses
Se Tu quiseres, Senhor…
A Bíblia hei-de ler mais vezes!
 
Próxima Paragem: Real
         Se Tu quiseres, Senhor…
Podes livrar-me do mal!
 
Próxima Paragem: Teatro da Vilarinha
Se Tu quiseres, Senhor…
Tua vista há-de ser minha!
 
Próxima Paragem: Parque da Cidade
Se Tu quiseres, Senhor…
Eu verei tua bondade!
 
Próxima Paragem: D. Afonso Henriques
         Se Tu quiseres, Senhor…
Deixarei lupas e apliques!
 
Próxima Paragem: D. Afonso Cordeiro
Se Tu quiseres, Senhor…
Dá-me um olhar mais verdadeiro!
 
Próxima Paragem: Praça Cidade Salvador
Se Tu quiseres, Senhor…
Cantarei o teu amor!
 
Próxima Paragem: Edifício Transparente
         Se Tu quiseres, Senhor…
Viverei de olhar contente!
 
Próxima Paragem: Castelo do Queijo
Se Tu quiseres, Senhor…
Mesmo de noite, eu Te vejo!
 
 
Próxima Paragem: Castelo do Queijo / Fim de linha
Se Tu quiseres, Senhor…
Porei fim à Ladainha!
Ámen. Ámen. Aleluia!
Pai Nosso. Salve, Rainha!
 
 frei Acílio Mendes

(Porto, Janeiro 2010

 



publicado por animo às 12:32
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
subscrever feeds