Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010
CAPUCHINHOS NO PORTO.50 ANOS DA IGREJA DA IMACULADA. REPORTAGEM DE JOÃO TEIXEIRA

 

 
Caríssmo Tó Zé.
 
            Um grande abraço de "Paz e Bem"
 
            A vida nem sempre nos vai deixando o espaço e o tempo para as pessoas que mais estimamos. Infelizmente, é este mundo de "stress" constante, de correrias, de exigências desmedidas, de buscas desnecessárias à procura de "não sei o quê", de uma corrida louca a favor ou contra um tempo e necessidades sem necessidade nenhuma que fomos inventando e criando, que nos vai submergindo e engolindo não deixando que saboreemos o que de melhor nos traz o tempo que nos é dado para viver. Que perfeita estupidez! Que desperdício!
           Quero dizer-te que me lembro de ti e dos amigos como tu , todos os dias, mas vou enchendo o inferno de boas intenções. "Vai ser logo à noite...vai ser amanhã...tem que ser hoje, tenho de responder, preciso de falar, etc,etc..."  e o tempo vai passando e o remorso remoendo. Peço que me desculpes e me compreendas. Uma certeza me fica e te fica. Com ou sem mensagens, tenho por ti e todos uma grande e inabalável estima e é sempre com muita alegria que recebo as tuas informações (manda sempre e sem desanimares), os teus pedidos e os teus justificados lamentos.
Sei que me compreendes e sabes que tenho uma vida algo complicada e que me rouba paz e sossego. És uma alma boa e generosa, aliás, já o demonstraste por inúmeras vezes! Aceita as minhas desculpas.
           No Natal e Ano Novo telefonei e mandei mensagens ao Agostinho Mendes. Nunca me atendeu o telefone ou respondeu às mensagens. Sabes se se passa algo com ele? Será que mudou de telefone? Achei estranho. Já convidei o Vaz, pois é o que vive mais perto de mim, para vir a minha casa com a família. Vai adiando e eu vou insistindo. Espero que um dia em que venhas cá por cima com um bocadinho de tempo, te possa receber, igualmente, em minha casa. Seria um gosto enorme!
           Mando o 1º de um grupo de textos seleccionados do livro do P. José Lopes sobre os Capuchinhos. Falei com ele e, com simpatia e gosto, autorizou-me a divulgar esses textos. Na parte final desta mensagem vai o texto introdutório e os 1ºs textos. Peço que os publiques no "irmão sol" e onde quiseres, e os faças e enfeites como te der mais gosto. Vão em Word, para que os possas trabalhar.
   
            Desejo-te força nos teus trabalhos diários, muita saúde para ti e todos os teus e que não deixes de me enviar o que quiseres, mesmo que eu não seja pronto a responder. 
       
             Força, bom amigo... e "Vivó Puerto", oh, desculpa, o "Glorioso"!!!
 
             João Teixeira   
 
  
 
            Introdução
 
           Tendo o Padre José Machado Lopes publicado, por ocasião dos 50 anos da Igreja da Imaculada, no Amial, Porto, um belíssimo livro sobre a história dos Capuchinhos em Portugal, com maior incidência no Porto, "Os Capuchinhos no Porto - 50 anos da Igreja da Imaculada", uma edição algo limitada e que não chegará a  toda a gente, considerei importante retirar algumas partes, com autorização do autor, partilhando-as com todos no nosso "irmão sol".
 
Uma boa parte de nós, que passou pelo Convento do Porto, ali tem uma costela e uma arca cheia de recordações, amizades feitas e inapagáveis, sonhos, ilusões, enfim,  um rol inesquecível de memórias que é sempre bom avivar e que nos fazem olhar para o passado com profundo respeito, gratidão e admiração, por que nos acolheu e foi educando e formando o melhor que podia e sabia, tentando fazer do nosso caminhar um profundo e prolongado abraço de "Paz e Bem".    
          Que estas páginas nos unam mais e nos espelhem o melhor que temos da nossa vivência franciscana.
 
                                                                                                          João Teixeira
 
 

música: o

publicado por animo às 16:41
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
subscrever feeds