Sábado, 19 de Novembro de 2011
SER VOLUNTÁRIO É SABER OUVIR O OUTRO.A IGREJA DEVE FAZER MUITO MAIS DO QUE ESTÁ A FAZER,diz Mons Feytor Pinto.

Decorreu, ontem, nas instalações do Edifício Escolar da Faculdade de Ciências Médicas, no Hospital de S.Francisco Xavier uma inédita iniciativa, sob orientação da Dra Susana Parente,que juntou, pela primeira vez, voluntários dos hospitais do chamado CHLO-Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental e que compreende os hospitais de S.Francisco Xavier,Egas Moniz e Santa Cruz.

No Ano Europeu do Voluntariado foi bom perceber que ,afinal, em tempo de crise há sempre gente disposta a dar-lhe a volta e arranjar um pouco do seu tempo para tornar menos doloroso o sofrido tempo daqueles que descem à cama do hospital.

Coube-nos coordenar um painel que contou com a presença de gente jovem da Associação de Leigos Voluntários Dehonianos e que nos trouxe relatos de uma missão africana.O que é que faz com que uma jovem economista,uma socióloga e uma psicóloga clínica abandonem o bem bom dos seus lares e partam para terras inóspitas onde falta tudo?No final dos seus relatos, uma linha comum a quase todos os testemunhos ouvidos durante a manhã:recebe-se sempre mais do que aquilo que se dá.

Dra Susana Parente, a primeira à esquerda, alma da inicitiva.

 

Mas o grande momento de partilha de testemunho de vida foi alcançado por Mónica Sousa, uma jovem brasileira senhora de uma capacidade de dar a volta à vida que se lhe apresentou com desafios terríveis, desde um assalto com inacreditável violência até ao combate a um cancro de mama.Mónica relatou que estando em Portugal sozinha, sem a presença dos pais, vivendo com o seu marido - um companheiro "dez estrelas" - encontrou numa senhora voluntária que nunca mais viu, o ânimo necessário para superar todos os desafios.Hoje é ela que faz do relato ainda algo emocionado da sua experiência, pontapé de saída para a superação de dificuldades por parte de quem passe por idênticas situações.

Têm página no Facebook em "Unidas Para Vencer"!

Por falar em ânimo, ouviríamos uma voluntária dizer que " a pessoa que está junto dos doentes tem de ter muito ânimo e não pode de maneira nenhuma ir abaixo junto dos doentes!".

2

Deu para perceber que na questão do voluntariado, mais do que disputadíssimos territórios de indesejáveis protagonismos, faz falta interligação entre as equipas técnicas, médicos e enfermeiros, com os voluntários. A uns e outros deve ser exigida formação, como muito bem assinalaria Mons Feytor Pinto, para que o acto de ser voluntário cumpra a sua mais nobre missão, a de comunicar.Saber comunicar, é então, saber ouvir.O outro é sempre o protagonista e jamais o contrário.

Juntar à mesa gente dos três hospitais foi para a Dra Susana Parente, a alma da iniciativa,o verdadeiro objectivo.Conseguido plenamente, dizemos nós.

Os resultados vão continuar a verificar-se no terreno, até porque, disse-nos, assiste-se a uma cada vez maior presença de gente jovem nestes grupos.

Afinal, nos dias da crise, a melhor maneira de a encarar é fazer com que um maior número de cidadãos se consciencialize de que quanto maior for o número dos que a não temem, maior será o número dos que, juntos, a superarão de uma vez por todas.

Os nossos parabéns e um renovado obrigado pelo convite que nos fizeram

Estamos sempre disponíveis.A nossa forma de sermos, para já, também, voluntários.

No final, impossibilitados de ouvir mais testemunhos como desejaríamos, uma vez que o entusiasmo no Debate tomou conta de parte substancial da hora de almoço, falámos com Mons Feytor Pinto ele mesmo também com limitações de tempo e a quem agradecemos a disponibilidade!

De referir que, no final da sua intervenção, uma senhora de 80 anos levantou-se da assistência para agradecer a Mons Feytor Pinto por ter sido ele quem a motivou a ser voluntária.

OITENTA ANOS, sim, leram bem e ela aí continua nos nossos dias de hoje partilhando o sorriso que lhe bailava nos olhos!

antónio colaço

serviço ânimo/irmão sol

 



publicado por animo às 02:49
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
subscrever feeds