Sábado, 14 de Janeiro de 2012
MATINAS

Tejo,há instantes.

 

Depois de ler o belíssimo e iluminado texto do meu amigo Pe Anselmo Borges, não sobra mais nenhuma palavra por dizer.
Eis o amanhecer da....Palavra!
Obrigado.

antónio colaço



publicado por animo às 10:56
link do post | comentar | favorito

WEBANGELHO SEGUNDO ANSELMO BORGES

"O agnóstico M. Gauchet disse: "O que ameaça a democracia, hoje, é o vazio, a futilidade, o esquecimento, a facilidade, o curto prazo, a superficialidade. As religiões, e o cristianismo em particular, têm o sentido do essencial, do trágico, do mistério da aventura humana, coisas que a democracia facilmente ignora. Elas podem ser decisivas para a democracia."

COMENTÁRIO

Começar o sábado no meio da luminosa neblina que nos circunda, aqui por Belém, sabendo que há saída, que está um SOL luminoso à nossa espera...
Obrigado, por outro grande momento de meditação.
antónio colaço

 

 

 

Pe Anselmo Borges

In DN,hoje

SECULARIZAÇÃO E DESTINO DA EUROPA

 

Aí está um tema fundamental. Mas, quando se reflecte, é necessário perceber que há vários sentidos de secularização.

1. O primeiro sentido - secularização vem do latim saeculum (mundo) - tem a ver com a autonomia das realidades terrestres. A Bíblia é essencialmente dessacralizadora da natureza, da história e da política, precisamente porque a criação ex nihilo por Deus, pessoal e transcendente, criando, não por necessidade, mas livremente e por amor, implica a autonomia das criaturas.

Este sentido de secularização é particularmente importante para a política, que deve estar separada da religião. O Estado deve ser laico e não confessional. Jesus tinha dito: "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus." Mas também as ciências, a economia, a filosofia, a própria moral são autónomas, com as suas próprias leis, sem pedir legitimação à religião.

2. Há um segundo sentido de secularização. Tem a ver com aquele processo mediante o qual, concretamente na modernidade, se pretendeu realizar no mundo o Reino de Deus. A modernidade ainda era teológica, na medida em que queria, pela razão, pela ciência, pela técnica, pelo progresso ilimitado, trazer para a imanência, realizando-as, ideias religiosas da fé cristã: messias, salvação, consumação da história - o Além deveria realizar-se no aquém. Pense-se em Feuerbach, Marx, Condorcet, Bloch... O seu ateísmo era de algum modo "positivo", no sentido de que não negava Deus pura e simplesmente: o que queria era realizá-lo no mundo e na história intramundana.

3. Que sucedeu no nosso tempo? As grandes esperanças da modernidade ruíram. O "socialismo real" faliu, o progresso científico-técnico põe problemas graves, sobretudo por causa da ecologia, a razão já se não encontra divinizada, assiste-se ao fim das meta-narrativas - só há pequenas histórias, o pensamento é débil (il pensiero debole, de G. Vattimo). Assiste-se assim a uma crise geral de Deus, na medida em que a descrença parece normal - pelo menos na Europa, já não se sabe se Deus existe ou não, e reina a indiferença, numa sociedade que já é, em grande parte, pós-cristã.

Consequências: encontramo-nos cada vez mais inseguros e assiste-se ao aumento do consumo de drogas e antidepressivos. A perspectiva é cada vez mais pragmática - o que interessa é o aquém sem Além: a vida depois da morte já não parece sequer ser problema. Continua a festa do consumo, mas os europeus andam cada vez mais insatisfeitos. Não há filhos nem futuro. É a desorientação e a consumação do niilismo.

A actual situação é fruto do terceiro sentido de secularização: secularização da secularização, isto é, fim da secularização moderna e secularismo radical. Deste modo, a questão essencial é precisamente a crise dos valores e do sentido. Como viu o filósofo Georges Gusdorf, "Deus morreu, a História enlouqueceu, o Homem morreu: tudo fórmulas desesperadas que exprimem a tomada de consciência, e o ressentimento, da ausência de sentido". Não colocando sequer a questão de Deus enquanto questão, que é a questão do sentido último, a Humanidade europeia sucumbe ao imediatismo, a uma visão fragmentária do aqui e agora, sem horizonte de ultimidade. Aí está então a falta de força anímica, de projecto, de futuro. Thanatos toma conta da Europa.

Isto tem, evidentemente, repercussões também na economia e na democracia. Para quê poupar, por exemplo, e investir no futuro? Václav Havel, um dos europeus mais lúcidos do século XX, preveniu: "Pela primeira vez na História, assistimos ao desenvolvimento de uma civilização deliberadamente ateia. Deve alarmar-nos". "A transcendência é a única alternativa à extinção." E o agnóstico M. Gauchet disse: "O que ameaça a democracia, hoje, é o vazio, a futilidade, o esquecimento, a facilidade, o curto prazo, a superficialidade. As religiões, e o cristianismo em particular, têm o sentido do essencial, do trágico, do mistério da aventura humana, coisas que a democracia facilmente ignora. Elas podem ser decisivas para a democracia."



publicado por animo às 10:39
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012
VÉSPERAS

aguarda



publicado por animo às 23:28
link do post | comentar | favorito

MATINAS

 

 

 

 

Sem palavras.

Sol, a única palavra.

SOL, a PALAVRA.

Obrigado.

antónio colaço



publicado por animo às 12:23
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2012
MATINAS

 

Hoje, o sol nasceu no sono do Francisco!
Obrigado.

antónio colaço

 



publicado por animo às 13:02
link do post | comentar | favorito

Domingo, 8 de Janeiro de 2012
WEBANGELHO SEGUNDO FREI BENTO DOMINGUES

Faz duplo clic para melhor leitura

 

COMENTÁRIO
Aguardo há já algum tempo de mão amiga do interior do Público, o link para a entrevista com Frei Bento Domingues feita pela Anabela Mota Ribeiro, uma senhora com quem apetece conversar, perdão, ouvir as apetecíveis conversas que, afortunadamente, connosco continua a partilhar.
Não tenho a mínima dúvida.Está nesta conversa o guião do sonho que tive há dias.A...o ver o filme sobre o Papa João Paulo II, nomeadamente, dizer para Madre Teresa, entre doentes de Bombaim "às vezes como desejava ser Papa a partir daqui!"Dali, de entre os que sofrem, os marginalizados da vida.
Mais,o meu guião contaria a vida deste frade dominicano que um dia o Vaticano elegeria como o novo Papa de que precisamos e, com Anselmo Borges como seu Secretário pessoal,teríamos, finalmente, a convocação do VATICANO III de que tanto precisamos.Sim, porque A IGREJA SOMOS NÓS!
(Um bocadinho diferente, meu querido Manuel Vilas Boas, de dizer "Nós somos Igreja!").
Finalmente, a Igreja assumiria, pelo regresso às origens do cristianismo, o papel que há muito espera por si.
Assim o Espírito dê uma ajudinha....
Tem o voto da ânimo no Conclave do quotidiano, Frei Bento, perdão, BENTO XVII!!
antónio colaço


publicado por animo às 22:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

MATINAS

Tejo.07.53

 

Um dia descobriremos quanto poderíamos lucrar se acompanhássemos o sol nascendo com ele em cada dia.
Nenhuma da força iluminante dos seus raios em nós se perderia.
Obrigado.

antónio colaço

 



publicado por animo às 21:57
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012
EM NOITE DE REIS, DEIXEM PASSAR "OS MAÇAENSES"!!!!

Ei, Zé e Maria, esperem aí,para onde é que julgavam que iam, hein?

(Estive a festejar na ânimo, meu blog pessoal, os 90 anos do meu saudoso Pai, Zé Jacinto, e os festejos encerram agora com estes convidados especiais que tomo a liberdade de trazer até aqui também!!)

Para as vossas caminhas de nuvens (cá está, foi o que nos educaram a pensar sobre o Céu...), já?!
O dia não podia terminar sem o cantar das Janeiras neste dia dos Reis!
Num clic, assim numa de aproximação à eternidade, quer dizer, como se nunca passado,presente ou futuro tivessem lugar...zás, aqui estão os amigos do Grupo de Cantares "Os Maçaenses" para vos pedirem alguma coisinha "aí de cima"!!!
(Janeiro de 2010,por acaso!Obrigado Zé Costa e restantes amigos!!!)
Divirtam-se!

antónio colaço

 

 



publicado por animo às 22:45
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2012
QUÃO BOM ESTE CENÁCULO VIRTUAL.....escreve Joaquim Afonso

Da esquerda para a direita Vaz, Afonso, Rito e esposa.O almoço na Mealhada em Novembro.

 

E P Í S T U LA

ÀS MICRO-COMUNIDADES

 

Divinamente inspirado pelas estrelas e pelo irmão sol, o minor apóstulu e apócrifo (inter pares) vem humildemente, neste tempo e neste período conturbado, dirigir-se aus seus fratelli dispersus ou em diáspura por terras lusitanas e pur grassas e óbera de alguns carolas destemidus, talvez em vernáculo, no dialectu de Viriatus se diga, uns apóstolo-zitos aventureiros e dissidentes próximus-remotus dumas castas indefinidas e extintas de celtas, suevus, visigodus ou ibéru-esmaelitas fundidos in nillo tempore ou andantes errantes, quais camelos sem deserto, sem oásis e sem miragens, espécies estranhas de antanho, serracenus ou raianus confundidos nus puntos culaterais e cardiais de terras lusas presentes e além fronteiras ou talvez filhos bastardos e pseudo-humanizados da luba rumana, intemperadus pela penúria das oito tetas tesas e inxadas e pelo destinu amargu e doce, que sempre conduz à plena felicidade dus sentidus, dus que aspiram e inspiram o éter inebriante dus deuses, du olimpus estelar e multicolor, tão ausentes de nós au longu deste térreo e míseru itineráriu e tão próximus dus que nus estão distantes, imãos desabindus e desejosos do óciu e da miraculosa terra prometida.

Da direita para a esquerda, Firmino e esposa, Mendes e esposa.

 

Sei que estais ávidus de um novo capítulo versus reencontro, um novo acampamento à maneira do infortunado e imortal Camões, numa ilha paradisíaca ou no meio duma sarsa ardente, há muito o solicitais, mas sabei também u quão é difícil reunir carneiros tresmalhados e matizados pelo tempo. Onde param os carneiros dispersos do redil? Será que alguma sereia ou ovelhinha mais vaidosa e ardilosa os seduziu?

Uma voz, em sonhos me terá dito que foram encontrados e identificados algures vestígios de alguns depois de inúmeras diligências du apostulu maior. Consta-se que brevemente serão sujeitos a julgamento sumário.

Reuni-vus, hermanos, algures em terras du benditu, não importa a distância, utilizai as máquinas e a imaginação, rugai a ele, inspirai-vus e demandai até às cavernas Buçaquianas ou Lusas, talvez em mudernus apusentus rupestres, na Mea-lhada, vulgo Leitonada e saboreai o coxo, vulgo leitão (que divina inspiração do Agostinho Vaz) dádiva e criação humano-divina e tão adoradu pelus fãs em peregrinações mil e alucinantes, imitando os anciãos conquistadores, acolitados pelo néctar da parra, vulgo de Bacu, que a Noé deu tanto inspiração para ser o nosso primordial timoneiro e primeiro exemplo, responsável da barcassa em águas diluvianas, mas que teve a primazia, a inteligência e o bom senso de salvar o dito bixaroco para a posteridade e outros de menor importância mundial para que nós, hoje e também amanhã, o saboreássemos, depois de passar u nirvana fumosu e ter sido sujeitos a todos os exames e interrogatórios, sem defesa de Fafe, adornadu de condimentos mil e medalhadu, qual general na pré-reserva, com o selu da cualidade e da distinção.

Da esquerda para a direita,esposa de Mendes,Firmino,Teixeira e Rito.

 

É um privilégio singular, irmãos dispersus e agora pré-reunidos pelas intenções do nosso maior, antes do toque das trindades, em tão sacrossantu santuáriu, motivadus pelu deseju oculto e oposto ao cérebru e fortalecedor das vossas e nossas entranhas, umas mais dilatadas pelo tempo e outras acusando as carências e penúria de tão longo dilúviu e dos novos tempos, exortar-vos a fortalecer-vos na privação e na esperança.

 Mas a parra é u sinal de que nos salvamus, que u testemunhe a nossa mãe Eva. Só assim pudemus ser fortalecidus na comunidade e na sulidariedade, digo-vus irmãos João das caldinhas, colaço dos blogues e das sinuosas calçadas lisboetas, agostinho do pau de Fafe e agostinho de Abiúl e Coimbra, carlos rito (não o de Bizâncio, mas do Souto), Firmino de Pombal, Zé Ribeiro, Zé Duarte-chá-preto, e Lino (gaulês) e outros cuja memória, talvez devido à minha senectude e provecta idade não menciono. Talvez estejam em palhinhas deitados ou longe do objectivo e dus seus pares ou pregando em terras pagãs e gentias.

Da esquerda para a direita,Vaz,Rito e esposa e Afonso.

 

Que a longa jornada não altere o vossu propósito e a vossa gula, saboreai os bens de deus e da natureza, pecai muito, pois a misericórdia do altíssimo é infinita e o seu manto é clementíssimo e proteger-vos-á no seu aconchego refugium peccatorum. Bradai às estrelinhas do céu, às avezinhas do firmamento, aos peixinhos do oceano quão bom é estarmos e permanecermos todos aqui reunidos, nu cenáculo virtual e quão bom seria permanecermos in aeternum neste olimpu, em tendas que albergassem todos os ausentes famintos de felicidade e desejosos de tão saborosus manjares, prenúncio do céu a que todos aspiramus um dia, depois de passarmos este vale de lágrimas à porta inferi, rumu au infinitu. Que toda a orbe, todo o universo, toda a criação rejubile de encanto com a vossa presença neste santuarium, penumbra divina. Não vos massu mais, caríssimus irmãos, nesta hora e nestes tempos difíceis que atravessamos.

Exorto-vos a vacinarem-se atempadamente contra todos os vírus da crise, os seus autores e mentores e rogo-vos ainda, não acreditem em filosofias e quimeras. Apelo à vossa paciência heróica, matai a resignação, controlai a fúria, mas se vos sentirdes impacientes, revoltai-vos, não contra este vosso irmão e esta comunidade, mas contra o sistema.

Permanecei firmes e hirtus, guiai com atenção, endireitai as veredas, aplanai caminhos tortuosos, combatei o inimigo, vigiai dia e noite, dai uma face e uma mão, amai a irmã natureza e os seus frutos, comei o que vos oferecerem – o que nacional é bom – não regateeis por um euru, sede fortes, bebei até à exaustão, bufai ao balão, mas não pactueis com os escravos, pois estes não entram no reino da perdição e assim recebereis as palmas e louros reservadas para vós, in saecula saeculorum.

Enfim, imitai Francisco.

LINDO, este bolo que o Mendes, impecável na organização do repasto, assegurou!!!
Força, Agostinho MENDES, estamos TODOS CONTIGO!!!
ac

 

Gostava de vos confortar ainda mais, mas sei que us vossus afazeres requerem a vossa solicitude.

Não vos apoquentu mais, nesta hora de expectativa e nestes dias finais do ano da graça de 2011. As vossas comunidades esperam-vus ansiosamente e exigem a vossa presença.

 Prezado irmão, que o cheiru diluído das velas do teu santuarium e os aromas com que adornaste o teu natal se espalhem pelas tuas narinas e pelu firmamentum e te toque a sensibilidade e o alto imperativo da marcha.

Do vosso irmão apóstulo minor, algures em terras medievais, devidamente inspirado, saudações fraternas e o desejo de um Ano 2012 Feliz.

Joaquim Afonso

P.S Escrito já com algumas adaptações ao novo acordo ortográfico(…)

 

NR

O nosso JOCKIN, como será sempre tratado por mim, pai deste tão saboroso quanto saudoso alcunha, ou o Pimva!Pimva! (fomos precursores, Quim, do nós Pimba!!!) aqui está de regresso, no seu melhor!

2

Uma explicação.Os noviços de 1968/69, em Barcelos, esse ano de todas as revoluções, decidiram encontrar-se, já depois dos Encontros de Setembro, na Mealhada. O motivo, o apoio a um dos nossos passando por uma fase um pouco mais difícil mas que está a superar!

Lamentavelmente, o editor de serviço, à última hora, não pode comparecer.

Mas o almoço fez-se e novas iniciativas estão no horizonte.

Tudo isto é perfeitamente compatível com a preservação do Grande Encontro Anual que, por alturs de Setemro nos leva a matar saudades uns dos outros.Para o ano será em Fátima, como sabeis!

3

Agora que alargamos a nossa participação ao Facebook, nada melhor para começar do que espantoso "textus" do Jockin!!!

Ficam como ilustração as imagens desse repasto mealhadense!!!

É claro que o irmão sol, como desde a primeira hora, aqui está para dar eco de TODOS os repastos que tenham lugar e os seus comensais entendam divulgar!!!!

antónio colaço



publicado por animo às 11:37
link do post | comentar | favorito

MATINAS

 

 

 

Ainda condicionado pela forte expectoração que se segue ao período fértil, perdão, febril,lá voltei, hoje, a medo, a abeirar-me do meu posto de vigia mas, agora, com o roupão do dia!
Roupão que devia ter vestido naquele dia em que, para captar o senhor Irmão Sol, que teimava em brincar às escondidas comigo naquela gélida manhã, acabei por captar, sim,a forte constipação que me acompanha na natalicia celebração (pronto, a ver se é desta que comovo um leitor que seja a desejar boas melhoras, raios....de Sol!!!).
Obrigado.

antónio colaço



publicado por animo às 10:38
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
subscrever feeds