Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008
LEITURA/Actualidade
Olá!

Saudades nossas?!

Vem por aí qualquer coisa a caminho.

Até lá, recomendamos uma Leitura actualizada de um take da Lusa, de agora! Dá para acertar o passo com a História, ou, interrogarmos, da História os seus tantos e mais recentes passos:

capitalismo

Capitalismo vive crise complexa


que parece ser crise civilizacional



Coimbra, Portugal 27/11/2008 13:43 (LUSA)
Temas: Economia (geral), Direitos humanos, Sociedade

   Coimbra, 27 Nov (Lusa) - O sociólogo Boaventura de Sousa Santos considerou hoje, em Coimbra, que o capitalismo atravesssa "uma crise muito significativa e complexa", que "parece ser uma crise civilizacional".



    "Já não é apenas uma crise económica, mas parece ser uma crise civilizacional", considerou o director do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra (UC), na conferência inaugural do colóquio internacional "Desafios aos direitos humanos e à justiça global: a luta pela igualdade e pelo reconhecimento da diferença".

    Na sua palestra, intitulada "Direitos Humanos ante os Desafios da Desigualdade Social e da Diversidade Cultural", o sociólogo disse que, apesar de complexa e significativa, "não parece que esta seja a crise final do capitalismo".

    "Não se vislumbra o fim do capitalismo mas também não se imagina que não tenha fim, porque tudo o que existe na História tem fim", referiu, adiantando que "não sendo uma crise final, também não se imaginam soluções".

    De acordo com o catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, esta crise assume "quatro tempos diferentes, contraditórios": o tempo financeiro, económico, energético e ambiental-climático.

    "O mais significativo nesta crise é que ela não foi produzida pelas forças progressistas que se afirmaram ao longo dos últimos 30 anos como forças de esquerda, ela resulta do suicídio do neoliberalismo", sustentou.

    Na sua intervenção, Boaventura de Sousa Santos defendeu "uma construção contra-hegemónica dos direitos humanos", baseada em três orientações, nomeadamente em "descolonizar o poder e o saber, democratizar a democracia e produzir para viver e para deixar viver".

    "A maioria dos cidadãos do mundo são objectos de direitos humanos, não sujeitos de direitos humanos. É necessário criar uma imagem reinventada, reenergizada dos direitos humanos para abrir e dignificar as emergências dos direitos humanos como uma linguagem forte de emancipação", defendeu.

    Ao intervir na sessão de abertura do colóquio, Pedro Duarte Silva, chefe de gabinete do secretário de Estado Adjunto do ministro da Justiça, considerou que os direitos humanos constituem "o Alfa e o Ómega de um Estado de Direito".

    "O Alfa, porque os direitos humanos são o princípio fundacional de um Estado de Direito, cuja estruturação e procedimentos neles assenta e com eles concorda. O Ómega, porque os direitos humanos são o horizonte escatológico de um Estado de Direito, que jamais poderá eximir-se a incessantemente os garantir e procurar promover", considerou o chefe de gabinete, que representou o secretário de Estado José Conde Rodrigues.

    Especialistas portugueses e estrangeiros participam no colóquio que termina sexta-feira no auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra, organizado pelo CES e inserido nas comemorações dos 30 anos desta instituição de investigação.

MCS.


publicado por animo às 15:54
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

IR EM FRENTE MESMO QUE SE...

IDE EM FRENTE . MENSAGEM ...

PARA FÁTIMA E EM FORÇA ....

UMA ESPÉCIE DE ADEUS ATÉ ...

SANTA PÁSCOA PARA TODOS

AS MÚSICAS DA MÚSICA TOCA...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

CAPUCHINHOS DE 1968 . CON...

ANTÓNIO SILVA E ARMÉNIO M...

ALMOÇAI EM MINHA MEMÓRIA ...

arquivos

Julho 2017

Setembro 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

blogs SAPO
subscrever feeds